CONDIÇÕES AMBIENTAIS

O estudo das condições ambientais deve atender as ISO 7730, ISO 7726, ASHRAE55 e NR-17 com a apresentação dos dados de forma adequada em planta baixa com o Software MapAtWork. É imprescindível o retrato das condições ambientais anteriores para conhecer a situação real e quantifica-las adequadamente para atender questões regulatórias e compara-las com os resultados posteriores, no caso de medidas mitigadoras. Os métodos de medição de conforto ambiental demandam de técnicas de monitoramento com equipamento especial composto por ponteira do tipo Termo-higrômetro e Anemômetro de Fio Quente com 3% de exatidão; atendendo a NBR 10152 (NR-17) e a ASHRAE 55. Além das normas de certificações sustentáveis como LEED, CASBEE e AQUA.


Então, pode-se concluir que o escopo de serviço adequado que supre todas estas questões legais pode ser definido como consultoria para avaliação ocupacional com áudio-dosimetrias em Atividades de Call Center (Teleatendimento) com e sem o uso de aparelhos do tipo Head-Set(s) atendendo a ISO 11904-2 e as tecnologias analógica e/ou digital, complementada com as avaliações ambientais de conforto como nível de pressão sonora com a obtenção do ruído de fundo, índice NC e análise de frequência em oitavas com a técnica de acústica de sala para comparação com os limites de inteligibilidade e índice NC da NBR 10152, atendendo as Normas NR-9, NR-15, NR-17 e NHO-01. Suprindo as questões relacionadas com o ruído ocupacional. Deve-se acrescentar ao escopo a avaliação das condições térmicas com a obtenção adequada a temperatura efetiva como descrito no primeiro parágrafo da presente. Segue abaixo dois modelos de resultados para análise e um vídeo explicativo dessas necessidades legais: